Há 50 anos chegámos a uma "desolação maravilhosa" e demos o nosso maior salto

Só no dia 20, Aldrin e Armstrong entram no Egale (Águia), o módulo lunar, para a última descida até a cratera conhecida como Mar da Tranquilidade. Para trás, no Columbia, fica Michael Collins.

Distância é uma palavra relativa. Mais de 100 anos antes de Neil Armstrong pisar a Lua pela primeira vez, Júlio Verne argumentava que os mais de 380 mil quilómetros que separam Terra do seu satélite natural não eram nada comparados com a distância que qualquer "vindante desemburrado" já teria percorrido durante a sua existência.

"Iremos à lua, iremos aos planetas. Iremos às estrelas como hoje se vai de Liverpool a Nova Iorque, facilmente, rapidamente, seguramente. E o oceano atmosférico será em breve ultrapassado", escreveu o autor francês no romance "Da terra à lua".

Leia mais em TSF

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG