Estátua de Gandhi racista retirada de universidade

Estátua de Gandhi racista retirada de universidade

Uma estátua de Gandhi foi removida da Universidade do Gana no dia 11 de dezembro. Desde 2016, uma petição lançada pelos professores exigia a retirada. O motivo: comentários racistas de Gandhi.

Estes comentários foram proferidos por Gandhi alguns anos antes de se tornar um apóstolo da não-violência e um dos líderes da independência na Índia. As passagens citadas foram escritas entre 1893 e 1915, quando Gandhi era advogado na África do Sul. Ele frequentemente usa o termo "kaffir", um insulto usado pelos colonos britânicos em relação aos negros africanos. Gandhi também escreveu que os indianos são "infinitamente superiores aos kaffirs".

Rajmohan Gandhi, descendente e biógrafo de Gandhi, coloca estas observações em perspectiva. "Gandhi também era um ser humano imperfeito", mas "o imperfeito Gandhi era mais radical e progressista do que a maioria de seus compatriotas contemporâneos". "

Esta não é a primeira vez que as estátuas de Gandhi representam um problema pelas mesmas razões. Em Joanesburgo, na África do Sul, uma dessas estátuas foi vandalizada em 2015. Enquanto no Malawi, ativistas tentaram impedir a construção de outra. Na Internet, existe mesmo um movimento para retirar todas as estátuas de Gandhi em África com a hashtag #gandhimustfall ("Gandhi deve cair").

Relacionadas

Exclusivos