Em 78 dias, óleo encontrado na costa brasileira avança e desafia investigação

Óleo em grande proporção atingiu o trecho entre as praias de Itapuãma e Pedra do Xaréu no município do

Óleo em grande proporção atingiu o trecho entre as praias de Itapuãma e Pedra do Xaréu no município do Cabo de Santo Agostinho, litoral sul de PE

  |  Pedro de Paula/Estadão Conteúdo

Origem do poluente ainda é mistério em um dos piores desastres ambientais do país.

Há 78 dias, o petróleo cru encontrado na costa brasileira ainda era chamado de "substância escura e oleosa". O que poderia parecer inicialmente um caso isolado se mostrou, contudo, uma das maiores tragédias ambientais do país, atingindo desde então quase 600 localidades do Nordeste e do Espírito Santo.

O óleo chegou a praias, ilhas, manguezais, rios e Áreas de Proteção Permanentes (APPs) em grandes manchas ou fragmentos. Em alguns lugares, foi encontrado mais de uma vez, inclusive em pontos que estavam praticamente limpos, como a Praia de Itapuama uma das mais afetadas em Pernambuco.

Leia mais em Band.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG