Educação pretende recrutar mais 10 mil professores este ano

Número de professores em Luanda não satisfaz a demanda

Número de professores em Luanda não satisfaz a demanda

  |  Kindala Manuel | Edições Novembro

Mais de 10 mil vagas é a quota solicitada pelo Ministério da Educação ao Ministério das Finanças para cobrir o déficit de quadros que se regista no sector

A revelação foi feita recentemente a OPAÍS pelo secretário de Estado para o Ensino Pré-Escolar e Geral, Pacheco Francisco, tendo adiantado que a proposta do número de vagas já foi remetida ao Ministério das Finanças (MINFIN) e neste momento se aguarda por aprovação desta instituição.

O número de vaga solicitadas corresponde a metade das disponibilizada em 2018, todavia, Pacheco Francisco advertiu que a quota solicitada pode sofrer redução caso o departamento das Finanças justifique com falta de verba. O governante frisou que neste momento ainda não se sabe como se fará a distribuição por províncias, mas "o ensino primário é o nível que apresenta maior necessidade", disse Pacheco Francisco

Leia mais em O País

Relacionadas

Exclusivos