Cresce índice de pobreza no seio da população angolana

Cresce índice de pobreza no seio da população angolana

Reuters

Quarenta e oito por cento da população angolana residente no país vive em pobreza multidimensional e Angola figura entre os 55 países do Mundo onde a situação de fome é considerada grave, diz Garcia Victor Matondo.

Os dados foram revelados ontem, em Luanda, por Garcia Victor Matondo, no Fórum Inter-Religioso. Dissertando o tema "O Papel da Igreja nas Estratégias de Construção da Paz e do Desenvolvimento Sustentável", sublinhou que cada um em dois angolanos vive na pobreza multidimensional, com uma taxa de 88,2% por cento nas áreas rurais e 29,9 por cento nas urbanas, citando como fonte o Instituto Nacional de Estatísiticas (INE).

Garcia Matondo afirmou que, entre os dez indicadores, as privações, as privações em ano de escolar e a nutrição são os que mais contribuem para a pobreza multidimensional em Angola. Outro factor apontado pelo palestrante, para o agravemtno da pobreza no nosso país, é a taxa de desemprego que cresceu de 8,88% para 28,8% nos últimos dois anos. A corrupção também tem contribuído para o elevado índice de pobreza e, segundo Garica Matondo, no sector público Angola está na 165.ª posição de um conjunto de 180 países.

Leia mais em O País

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG