Concentração de gases do efeito estufa bate recorde em 2018, diz ONU

Segundo relatório, não há indícios visíveis de desaceleração ou redução das emissões

Os principais gases do efeito estufa, que provocam a mudança climática, registraram um recorde de concentração em 2018, anunciou nesta segunda-feira (23) a ONU, com a advertência de que não há indícios de desaceleração visíveis.

O alarme foi divulgado poucos dias antes do início da reunião anual da ONU sobre a luta contra a mudança climática, a COP25, de 2 a 13 de dezembro em Madri.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG