Centros de hemodiálise poupam ao país 7,5 mil milhões de kwanzas

Centros de hemodiálise poupam ao país 7,5 mil milhões de kwanzas

Kindala Manuel/Edições Novembro

Com a entrada em funcionamento de quatro novos centros de hemodiálise no país, o Estado vai poupar mais de 7,5 mil milhões de kwanzas, dos 15 mil milhões que gastava anualmente com os pacientes com insuficiência renal.

A revelação foi feita ontem pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, momentos depois da inauguração do Centro de Hemodiálise do Hospital Geral de Luanda, a quarta unidade, pelo Presidente da República, João Lourenço.

"Antes da abertura dos quatro centros na Huíla, Moxico e dos hospitais Pediátrico e Geral de Luanda, o Estado gastava cerca de 15 mil milhões de kwanzas por ano, equivalente a 10 por cento do Orçamento Geral de Estado (OGE) destinados à Saúde", explicou a ministra. O centro do Hospital Geral de Luanda passa a atender diariamente 90 pacientes com insuficiência renal em três turnos, que podem, em breve, ser estendidos para quatro.

Leia mais em Jornal de Angola.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG