África terá a maioria dos falantes de português ainda este século

O crescimento demográfico explica o aumento de falantes de português em África

O crescimento demográfico explica o aumento de falantes de português em África

Titular da pasta dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, afirmou, em entrevista à ONU News, que a partir de 2050 o crescimento demográfico de Angola e Moçambique puxará o pêndulo do português para o continente africano; atualmente mais de 80% dos locutores do idioma estão no Brasil.

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, mostrou o seu otimismo com a expansão da língua portuguesa no mundo durante uma entrevista à ONU News.

"Quando olho para os números e para os mapas, o que eu vejo é isto: há, neste momento, mais de 250 milhões de falantes do português como língua materna ou segunda língua. Quatro quintos dos quais são brasileiros. E quando olho para o futuro, ao longo deste século, o que vai acontecer? O número de falantes vai chegar a 500 milhões e a maioria vai passar a ser africanos. Está a ver a plasticidade desta língua? Começou por ser europeia, a língua de Camões. Depois passou a ser brasileira. A língua portuguesa hoje é, sobretudo, uma língua brasileira. É a língua do Chico Buarque ou da Clarice Lispector. E ao longo deste século vai passar a ser uma língua africana. Uma língua de angolanos, moçambicanos, a língua de Mia Couto, a língua do Luandino Vieira ou do Pepetela. É uma língua extremamente dinâmica. Aliás, a Unesco diz que é uma das três línguas do mundo que mais vai crescer e que mais está a crescer. Isto dá-nos uma enorme responsabilidade."

O ministro de Portugal lembrou ainda que o Brasil já anunciou que vai lançar um instituto para ensino do português, nos mesmos moldes do Instituto Camões, o que considera mais um trunfo para a expansão do idioma.

"Felizmente, o Brasil acaba de anunciar que vai lançar o seu Instituto Camões, o Instituto Guimarães Rosa. Foi ao mesmo tempo um grande poeta e um grande diplomata brasileiro. Isto vai dar mais, digamos assim, mais artilharia, no sentido bom do termo, à promoção internacional da língua portuguesa", afirmou.

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal durante a entrevista à ONU News

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal durante a entrevista à ONU News

"O número de falantes de português vai chegar a 500 milhões"

Falado em cinco países africanos, no Brasil, em Portugal e em Timor-Leste, o português tem ainda milhões de falantes em países como Estados Unidos, França e África do Sul, que concentram grandes diásporas lusófonas. Segundo o Instituto Internacional de Língua Portuguesa existem cerca de 7 milhões de cidadãos lusófonos que vivem fora de seus países de origem.

Atualmente, mais de oito em cada 10 pessoas que falam português são brasileiros. Com cerca de 210 milhões de habitantes, o Brasil tornou-se a maior das oito nações que têm o idioma como língua oficial em todo o globo.

De acordo com o Instituto Camões e o Instituto Português no Oriente, Ipor, o interesse pela aprendizagem de português na China, tem aumentado nos últimos anos.

Relacionadas

Exclusivos