84% das brasileiras ligadas ao setor musical já foram discriminadas no trabalho

Profissionais trabalhando na Casa de Música Escuta as Minas, criada pelo Spotify.

Profissionais trabalhando na Casa de Música Escuta as Minas, criada pelo Spotify.

  |  Spotify/Divulgação

ONGs e empresa investem cada vez mais na formação e autoestima das mulheres.

Pesquisa realizada Data SIM (Semana Internacional da Música), que reúne dados e informações sobre o mercado musical, mostra que 84% das mulheres brasileiras ligadas ao setor já foram discriminadas no ambiente de trabalho.

Foram 1.450 mulheres entrevistadas para a pesquisa "Mulheres na Indústria da Música no Brasil: Oportunidades, Obstáculos e Perspectivas", realizada em 2019, à qual o F5 teve acesso com exclusividade. O estudo aponta ainda que 63% delas foram afetadas de alguma forma pelo viés de gênero e quase 21% não se sentem confortável no local de trabalho por ser mulher.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG