25 seguranças detidos por venda de armas de fogo em Benguela

25 seguranças detidos por venda de armas de fogo em Benguela

Em 2014, o Governo anunciou a retirada de armas de guerra da posse de empresas de segurança privada, que, em substituição, teriam outras, de autodefesa

O sociólogo Carlos Conceição entende que o "programa de desarmamento faliu" e sugeriu a criação de um novo programa. A Polícia Nacional (PN) em Benguela anunciou, ontem, a detenção de 25 agentes de segurança privada acusados de venda de armas de fogo a supostos marginais desta província.

Leia mais em O País

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG