Zimbabué doa 90 toneladas de produtos diversos a Moçambique

epa07448986 The village of Dondo is submerged by flood waters after cyclone Idai made landfall in Sofala

epa07448986 The village of Dondo is submerged by flood waters after cyclone Idai made landfall in Sofala Province, Central Mozambique, 19 March 2019. The Category 4 Cyclone Idai made land fall wreaking havoc and knocking out power across the province and impacting every resident in Central Mozambique and eastern Zimbabwe. Mozambique President Filipe Nyusi has called it 'a humanitarian disaster of great proportion' and said more than 1,000 people may have been killed. EPA/EMIDIO JOZINE

  |  PA/EMIDIO JOZINE

País também atingido pela passagem do ciclone Idai, doou 60 toneladas de roupa e 30 de produtos alimentares às vítimas do Idai em Moçambique

O executivo zimbabueano mobilizou a ajuda, em parceria com organizações da sociedade civil daquele país.

O representante da Associação de Amizade Moçambique-Zimbabwe ((ZIMOFA), entidade que encaminhou o apoio em nome do Governo de Harare, afirmou que o gesto traduz a união histórica entre os dois povos.

"O Zimbabué também sofreu bastante os efeitos do mau tempo, houve registo de mortes e destruições, mas quando olhamos para aquilo que aconteceu aqui em Moçambique, ficamos sensibilizados e decidimos tirar um pouco daquilo que temos para apoiar os nossos irmãos", declarou Dave Popatlat.

O ciclone Idai atingiu a região centro de Moçambique, o Maláui e o Zimbabué em 14 de março.

Segundo o último balanço das autoridades moçambicanas, o ciclone fez 602 mortos e 1.641 feridos, tendo afetado mais de 1,5 milhões de pessoas no centro de Moçambique.

As autoridades do Zimbabué revelaram hoje que o ciclone causou 344 mortos no país, revendo em alta estimativas anteriores, que indicavam entre 180 a 250 vítimas mortais. Estão ainda pelo menos 257 pessoas dadas como desaparecidas no leste do país.

Relacionadas

Exclusivos