Zuckerberg defende liberdade de expressão e que políticos possam mentir em anúncios

Presidente do Facebook em discurso na Georgetown University; ele defende a liberdade de expressão no

Presidente do Facebook em discurso na Georgetown University; ele defende a liberdade de expressão no momento em que a empresa sofre escrutínio pela disseminação de notícias falsas na rede

  |  Reuters

Enquanto vive pressão sobre controle de conteúdo, presidente do Facebook usa a China como exemplo a não seguir.

Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, saiu em defesa da liberdade de expressão em duas ocasiões nesta quinta-feira (17).

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG