Trump volta a atacar congressistas democratas após declarações racistas

 Ilhan Omar, Alexandria Ocasio-Cortez, Rashida Tlaib e Ayanna Pressley

Ilhan Omar, Alexandria Ocasio-Cortez, Rashida Tlaib e Ayanna Pressley

O presidente americano Donald Trump voltou a atacar mais uma vez congressistas democratas de descendência estrangeira após um episódio similar no domingo, que o fez ser rotulado como racista.

Tendo em vista as eleições presidenciais de 2020, o presidente parece decidido a avivar as tensões raciais para reforçar sua base eleitoral, majoritariamente branca, mas também para semear divisões entre seus opositores políticos.

"Estas quatro (...) só sabem reclamar", disse Trump nesta segunda-feira, em referência à Alexandria Ocasio-Cortez (representante de Nova York de origem porto-riquenha), Ilhan Omar (de Minnesota e nascida na Somália), Ayanna Pressley (de Massachusetts e afro-americana) e Rashida Tlaib (de Michigan, de ascendência palestina). "São pessoas que odeiam nosso país", disse o presidente nos jardins da Casa Branca, durante um evento de produtos "Made in America". "Se não estão felizes aqui, podem partir".

Leia mais em Istoé

Relacionadas

Exclusivos