Trump impede embaixador de testemunhar no Congresso

Presidente norte-americano pode enfrentar um processo de destituição

Presidente norte-americano pode enfrentar um processo de destituição

  |  DR

A administração de Donald Trump impediu Gordon Sondland, embaixador dos Estados Unidos junto da União Europeia, de comparecer, ontem, no Congresso para testemunhar no âmbito do inquérito parlamentar com vista a um processo de destituição do Presidente norte-americano.

"No início da manhã, o Departamento de Estado norte-americano pediu ao embaixador Gordon Sondland que não comparecesse" no depoimento previsto no painel da Câmara dos Representantes (Câmara baixa do Congresso) que está a conduzir um inquérito para o 'impeachment' (destituição)", indicou um advogado do representante diplomático, sem avançar as razões de tal decisão.

"O embaixador Sondland está profundamente desapontado por não poder testemunhar", referiu o advogado Robert Luskin, prosseguindo: "O embaixador Sondland viajou para Washington, de Bruxelas, a fim de preparar o seu testemunho e estar disponível para responder às perguntas do comité".

Leia mais em Jornal de Angola.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG