Trudeau, que prometeu nova política no Canadá, se envolve em escândalo

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, em evento no fim de fevereiro

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, em evento no fim de fevereiro

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, prometeu uma nova abordagem da política, baseada em abertura, decência e liberalismo. Agora é suspeito de negócios escusos

Justin Trudeau é parte de um escândalo que envolve acusações de negócios escusos e táticas prepotentes, tudo para apoiar uma empresa canadense acusada de pagar propina ao governo líbio na época do ditador Muammar Gadhafi.

Os jornais canadenses estão cheios de indignação, e os partidos de oposição pedem a renúncia de Trudeau. As eleições serão só daqui a sete meses, mas alguns membros do partido governante, o do próprio Trudeau, temem que o escândalo tenha dado aos partidos de oposição um rico material de campanha contra seu líder, que prometeu "caminhos ensolarados" na política.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Relacionadas

Exclusivos