Sócrates saúda saída da prisão de Lula e critica "indiferença" do PS

José Sócrates

José Sócrates

  |  Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens

O antigo primeiro-ministro José Sócrates considera que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, "grávido de Estado", manifestou "indiferença".

Estas posições foram assumidas por José Sócrates num artigo publicado, esta sexta-feira, na revista brasileira "Carta Capital", ao qual a agência Lusa teve acesso e que é dedicado ao líder histórico do Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil, tendo como título "Sei que estás em festa, pá".

"Não foi uma saída da prisão, mas uma reentrada no mundo. No mundo, literalmente: Televisões em direto e primeiras páginas dos jornais. Um simbolismo extraordinário. Regressado da provação, Lula da Silva entra em palco com firmeza e de coração limpo. O que mais impressiona é a energia - vem para lutar, não para se reformar. Vem sem ressentimento, mas sabe também o que não pode voltar a acontecer", escreve José Sócrates.

Leia mais em Jornal de Notícias

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG