No Twitter, FHC faz apelo à sensatez e critica Bolsonaro e PT

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante entrevista na fundação que leva seu nome, no centro

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso durante entrevista na fundação que leva seu nome, no centro de São Paulo

  |  Keiny Andrade/Folhapress

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recorreu ao Twitter para fazer um apelo à sensatez no debate político nacional. O tucano lembrou a polêmica recente na qual se envolveu o presidente Jair Bolsonaro (PSL) a respeito do nazismo e citou também a campanha feita pelo Partido dos Trabalhadores (PT) em defesa da liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como sinais de abandono da razoabilidade na política brasileira.

"O presidente confunde os autoritarismos: chama os nazis de comunistas! O PT confunde Justiça com arbítrio, quer Lula livre, em vez do razoável, esperar os recursos preso em casa", escreveu FHC, que em seguida indagou "onde anda a sensatez?", argumentando então que a democracia se torna difícil sem ela.

O tuíte de FHC diz respeito aos debates que envolvem o chanceler Ernesto Araújo e o presidente Bolsonaro, que declararam que o nazismo foi um movimento situado à esquerda no espectro político-ideológico. As afirmações repercutiram nas redes sociais e levaram a críticas de opositores e especialistas no tema.

Leia mais em ISTOÉ.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG