Ministra paquistanesa chama embaixador amerricano no Afeganistão de "pigmeu"

A ministra dos Direitos Humanos do Paquistão, Shireen Mazari, chamou o embaixador americano no Afeganistão de "pequeno pigmeu" na rede social

A troca de palavras aconteceu numa discussão sobre as negociações de paz entre Washington e os talibãs.A tensão começou com as declarações do primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, informa a imprensa local, nas quais ele sugeriu a nomeação de um governo interino no Afeganistão para superar o atual bloqueio, pois os talibãs se recusam a conversar com o atual governo afegão.

As palavras provocaram a revolta do governo de Cabul, que acusa o serviço de inteligência paquistanês de apoiar e treinar os talibãs. O embaixador afegão em Islamabad foi convocado para consultas na terça-feira.

O porta-voz do ministério afegão das Relações Exteriores criticou as "palavras irresponsáveis" do chefe de Governo paquistanês. Na quarta-feira, o chanceler paquistanês tentou reduzir a tensão e afirmou que as palavras de Imran Khan foram retiradas de contexto.

Poucas horas mais tarde, no entanto, o embaixador dos Estados Unidos no Afeganistão, John Bass, fez piada com Khan, um ex-jogador de críquete, com uma referência no Twitter à adulteração da bola, uma técnica de manipulação neste deporte.

Pouco depois, a ministra dos Direitos Humanos Shireen Mazari respondeu no Twitter: "Está claro, pequeno pigmeu, que seu conhecimento da adulteração da bola é tão nulo como sobre o Afeganistão e a região".

Leia mais em ISTOÉ

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG