Kim Jong-un diz que paz na Península Coreana depende da atitude dos EUA

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Vladivostok

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Vladivostok

  |  KCNA via REUTERS

Ditador norte-coreano se pronunciou após encontro com Vladimir Putin.

Em uma reunião de cúpula com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse que a paz e a segurança na Península Coreana dependem completamente da atitude futura dos Estados Unidos, noticiou a KCNA, agência de notícias estatal da Coreia do Norte.

As declarações de Kim foram vistas como um modo de manter pressão para que os EUA sejam "mais flexíveis", nas palavras dele, em aceitar o alívio das sanções exigido por Pyongyang, em relação à postura norte-americana adotada durante uma segunda e malsucedida reunião de cúpula entre os líderes dos dois países, realizada em fevereiro, em Hanoi.

Leia mais em Band.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG