The Intercept Brasil afirma que tem mais de 1.600 horas de conversas entre Sérgio Moro e integrantes da Lava Jato

Sérgio Moro, ministro da Justiça do Brasil

O portal The Intercept Brasil afirma que tem mais de 1.600 horas de conversas, áudios e vídeos trocados entre o então juiz Sérgio Moro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato. A divulgação das mensagens levantou questionamentos, defesas e críticas à atuação dos investigadores e à imparcialidade do agora ministro da Justiça e da Segurança Pública.

O conteúdo, que teria sido obtido por um hacker, segundo o Ministério Público Federal, contém trechos em que Moro estaria orientando ações da Lava Jato, em conversas com o procurador Deltan Dallagnol. De acordo com o texto, o então juiz federal teria aconselhado Dallagnol em diferentes momentos: ao falar sobre fases da investigação, por exemplo, ele teria sugerido uma inversão na ordem das ações.

Em outro trecho, a reportagem do The Intercept Brasil traz que o atual ministro da Justiça questionou: "não é muito tempo sem operação?" - se referindo à ausência da força-tarefa da Lava Jato nas ruas por um mês. A publicação também diz que Moro sugeriu testemunhas ao MP. Eles teriam conversado, ainda, sobre as investigações contra o ex-presidente Lula - o procurador parecia preocupado com as críticas de juristas sobre a consistência das provas.

Leia mais em Band

Relacionadas

Exclusivos