China não permitirá discussão de protestos em Hong Kong em cúpula do G20

Fórum é sobre economia, diz ministro; há novas manifestações programadas para quarta (26)

A China não vai permitir que os recentes protestos em Hong Kong pedindo a anulação do projeto de lei de extradição sejam discutidos na cúpula do G20, que acontece a partir de sexta (28) em Osaka, no Japão.

O Ministro Assistente de Assuntos Exteriores Zhang Jun afirmou nesta segunda (24) que o fórum é uma plataforma voltada para a economia e que o foco da China será em comércio e negócios. "Hong Kong não será discutido como um tópico na conferência do G20. Não permitiremos que este cenário aconteça."

Leia mais em Folha de S.Paulo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Exclusivos