Assange processa governo do Equador por novas regras de asilo na embaixada

O australiano Julian Assange, fundador do site WikiLeaks, no terraço da embaixada equatoriana em Londres

Termos determinam que o australiano pague conta de telefone e limpe sujeira do gato.

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, entrou na Justiça do Equador contestando os novos termos de seu asilo na embaixada do país em Londres, que determinam que ele deve pagar por suas contas médicas e de telefone e limpar a sujeira de seu gato, disse seu advogado nesta sexta-feira.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Relacionadas

Exclusivos