Acabou a crise. Diploma dos professores chumbado pelo PS, PSD e CDS

Esquerda chumbou salvaguardas de PSD e CDS. Votações colocam ponto final na ameaça do primeiro-ministro se demitir. António Costa tinha avisado que se a contagem integral do tempo passasse no Parlamento batia com a porta.

PSD e CDS voltaram atrás na votação do texto final que tinham aprovado em comissão e chumbaram esta sexta-feira, juntamente com o PS, a pretensão dos professores em ver concretizada a totalidade do tempo exigido de nove meses, quatro dias e dois dias. BE, PCP e PEV ficaram isolados.

Na votação na especialidade, toda a esquerda (PS, BE, PCP e PEV) uniu-se para chumbar as propostas de alteração apresentadas pelo PSD e CDS, que impunham uma lista de salvaguardas para aprovação da contagem integral. O PAN absteve-se.

Leia mais em Diário de Notícias

Relacionadas

Exclusivos