1º de Maio vai medir se temperatura da rua será alta o bastante para ser sentida nos quartéis de Maduro

Oposição fracassa até agora em obter apoio das altas patentes das Forças Armadas

A Venezuela viveu nesta terça-feira (30) mais um capítulo da insurreição de baixa intensidade que já se fez presente em fevereiro, no dia da frustrada tentativa de fazer chegar a ajuda humanitária organizada por Juan Guaidó.

De baixa intensidade porque os insurretos, de modo geral, não estão armados. Não obstante, mantiveram-se nas ruas, protestando, apesar da habitual repressão pesada do regime.

Mas a insurreição não obteve o apoio -solicitado por Guaidó, uma e outra vez- de oficiais das Forças Armadas em número suficiente para fazer o sítio definitivo a Nicolás Maduro.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Relacionadas

Exclusivos