Premium Hong Kong e Taiwan: como é que a China reage a desaires eleitorais?

A contagem dos votos em Hong Kong

A contagem dos votos em Hong Kong

  |  Reuters/Adnan Abidi

No passado, Pequim usou o poder do dinheiro para lidar com resultados eleitorais contrários aos seus interesses em Taiwan. Mas a mesma tática pode ser impossível de repetir em Hong Kong.

Após quase seis meses de protestos, o movimento pró-democracia teve uma vitória arrasadora nas eleições locais em Hong Kong e mostrou um cartão vermelho à líder do governo, Carrie Lam. No passado, Pequim usou o poder do dinheiro para lidar com desaires eleitorais em Taiwan, que considera uma província rebelde que um dia há de regressar ao controlo da China continental. Mas a mesma tática poderá ser impossível de repetir no antigo território britânico.

Leia mais em Diário de Notícias

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG