Governo de Hong Kong vai avançar com a lei do hino nacional

Governo de Hong Kong vai avançar com a lei do hino nacional

DR

O Governo de Hong Kong declarou que tem o dever constitucional de implementar localmente a Lei da República Popular da China sobre o Hino Nacional e vai avançar com legislação nesse sentido.

Um porta-voz do Governo local, citado pela agência noticiosa chinesa Xinhua, afirmou que as autoridades têm dado plena consideração ao sistema legal comum e às circunstâncias atuais de Hong Kong na implementação da lei do hino nacional por parte da legislação local.

O espírito principal do Projeto de Lei do Hino Nacional é "o respeito", e não tem absolutamente qualquer relação com "restringir a liberdade de expressão", como alegaram certos membros da comunidade, disse o porta-voz.

Indicou que o Governo ouviu as opiniões de 190 membros da população e de representantes de diversas organizações e reuniu-se com diferentes partidos políticos, grupos profissionais, representantes do setor jurídico e da academia durante a formulação do projeto de lei.

Esclareceu ainda que o governo apresentará o projeto de lei ao Conselho Legislativo para uma segunda leitura no momento que considerar adequado.

As manifestações em Hong Kong tiveram início em 09 de junho, na sequência de um projeto de lei de extradição apresentado pelo Governo local, que, entretanto, foi retirado.

Porém, os protestos continuaram, convertendo-se num movimento que visa aquilo que os manifestantes designam como a melhoria dos mecanismos democráticos em Hong Kong.

Alguns manifestantes têm optado por táticas mais radicais, verificando-se, com frequência, confrontos com a polícia.

Os meses de protesto colocaram a economia de Hong Kong em recessão pela primeira vez nos últimos dez anos, após uma queda de 2,9 por cento no terceiro trimestre de 2019.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG