Governo da RAE de Hong Kong condena firmemente atos de vandalismo dos manifestantes radicais

Governo da RAE de Hong Kong condena firmemente atos de vandalismo dos manifestantes radicais

Kai Pfaffenbach/Reuters

O governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong (RAEHK) condenou firmemente os atos de vandalismo dos manifestantes radicais reunidos nas proximidades de Prince Edward, Mong Kok e Yau Ma Tei.

A polícia de Hong Kong tomará "ações firmes de aplicação" para proteger a segurança e os direitos do público, disse um porta-voz do governo da RAEHK em um comunicado emitido na manhã de sábado.

De acordo com a fonte, depois do agrupamento nos três lugares na tarde da sexta-feira, os manifestantes radicais atacaram a delegacia policial, destruindo extensivamente as propriedades públicas e estações de metrô e atearam fogo em vários lugares, desprezando completamente a lei e as ordens.

O porta-voz chamou esses atos de "ultrajantes" e disse que violaram a paz pública e afetaram seriamente os serviços públicos, menosprezando as necessidades e os direitos de outros cidadãos.

"Além disso, o fogo ateado em áreas movimentadas é extremamente perigoso, colocando a segurança pública em risco", disse o porta-voz.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG