EUA pede suspensão de disputa com China por propriedade intelectual

EUA pede suspensão de disputa com China por propriedade intelectual

Os EUA pediram a suspensão da disputa com a China pela propriedade intelectual de empresas norte-americanas, aberta no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC), até 31 de dezembro, informou hoje esta instituição.

A pedido de Washington, EUA e China concordaram em solicitar ao painel de especialistas encarregado de analisar a disputa sobre propriedade intelectual para suspenderem os trabalhos até ao final do corrente ano, o que pode está contemplado nas regras da OMC.

Os EUA acusam a China de repetida e sistematicamente violar direitos de propriedade de empresas norte-americanas que têm parcerias com empresas chinesas.

De acordo com essas acusações, a China não permitiria que empresas dos EUA declarassem os seus direitos de patente aos parceiros chineses, no âmbito dos contratos de transferência de tecnologia.

O Governo dos EUA acusa ainda a China de forçar as empresas estrangeiras a aceitarem termos de contratos prejudiciais aos interesses norte-americanos, por discriminarem tecnologia que não seja oriunda das empresas chinesas.

Nenhuma das duas partes esclareceu o motivo do pedido de suspensão dos trabalhos.

Há dois anos que EUA e China disputam uma dura guerra comercial, sendo a questão da propriedade intelectual um dos temas das divergências, que já levaram à imposição por ambas as partes de sanções tarifárias sobre milhares de milhões de euros de importações.

Exclusivos