"Corbyn racista." No último dia de campanha, o fantasma bateu à porta do comício

Em Londres, no último comício da campanha, Corbyn viu as acusações de racismo e antissemitismo voltarem para o assombrar. Mas nem todas as palavras de ordem eram contra o líder trabalhista.

Corbyn chega ao final da campanha sem conseguir livrar-se de um dos fantasmas que o tem perseguido: as acusações de antissemitismo. Nas docas de Hoxton, onde centenas de apoiantes fizeram fila para assistirem ao último comício do partido trabalhista, o líder do Labour contou com um protesto de judeus à porta.

Na rua, contavam-se vários cartazes com a mensagem "Racist Corbyn - Unfit to be PM" (Corbyn é racista - não serve para primeiro-ministro) e ouviam-se palavras de ordem que deram origem a discussões acesas.

Leia mais em TSF

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG