Comissão investiga ataques contra instalações da ONU

Bombas destroem Idlib

Bombas destroem Idlib

  |  DR

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou ontem o início dos trabalhos da comissão de inquérito aos acontecimentos na província de Idlib, na Síria, a partir do dia 30.

A comissão de inquérito fará uma investigação aos acontecimentos em Idlib, a última província dominada pelo grupo extremista Estado Islâmico na Síria, para determinar os factos de 17 de Setembro de 2018, quando ataques aéreos destruíram infra-estruturas da Organização das Nações Unidas e alvos civis.

A comissão é dirigida pelo tenente-general Chikadibia Isaac Obiakor, da Nigéria e integra a representante especial do Secretário-Geral da ONU para violência contra as crianças, a advogada portuguesa Marta Santos Pais, e a assistente de operações do Alto-Comissário para os Refugiados, Janet Lim, de Singapura. A investigação vai produzir documentos internos para o Secretariado da ONU e para informação do Secretário-Geral, António Guterres, restritos à divulgação pública.

Leia mais em Jornal de Angola.

Relacionadas

Exclusivos