Com 40 anos de presidência, Obiang é o chefe de Estado eleito há mais tempo no poder

Com 40 anos de presidência, Obiang é o chefe de Estado eleito há mais tempo no poder

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema, cumpre no sábado 40 anos à frente do país, sendo o chefe de Estado que há mais tempo está no poder entre aqueles que foram eleitos.

Atualmente, Obiang está apenas atrás da rainha Isabel II, do Reino Unido, que ocupa o trono britânico há 67 anos.

O Presidente equato-guineense, de 77 anos, junta-se assim a uma lista restrita de líderes políticos que governaram os seus países por mais de quatro décadas.

O chefe de Estado que mais tempo esteve à frente de um país em África foi o imperador etíope Haile Selassie, que reinou a Etiópia durante 44 anos, até à sua destituição, através de um golpe de Estado.

O cubano Fidel Castro, que liderou a revolta em Cuba, lidera uma lista que exclui monarcas, sendo que esteve à frente do país durante 49 anos, até 2008, quando doente e envelhecido, cedeu o poder ao seu irmão, Raul.

O primeiro Presidente do Taiwan, Chiang Kai-shek, chefiou a ilha durante 47 anos, até à sua morte, em 1975.

O fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung, conduziu os destinos do país durante 46 anos, até 1994, continuando a ser imortalizado na cultura norte-coreana como o "líder eterno".

Os 42 anos de liderança do líder líbio Muammar Kadhafi, colocam-no na quarta posição da lista. Kadhafi foi afastado da Presidência da Líbia em 2011 e executado por rebeldes durante o auge da Primavera Árabe.

Omar Bongo Ondimba governou o Gabão por mais de 41 anos, até à sua morte por cancro, em 2008.

As quatro décadas de liderança do comunista albanês Enver Hoxha até à sua morte em 1985 fecham a categoria de líderes não-monárquicos que presidiram por mais de 40 anos.

Atualmente, além de Obiang, outros cinco líderes políticos dirigem os seus países há mais de 30 anos: Paul Biya, dos Camarões (37 anos), Denis Sassou Nguesso, da República do Congo (35 anos - sem contar com um intervalo de cinco anos após a derrota nas eleições de 1992), Hun Sen, do Camboja (34 anos), Yoweri Museveni, do Uganda (33 anos), e o 'ayatollah' Ali Khamenei, líder supremo do Irão desde 1989.

Há ainda seis líderes políticos eleitos que se mantêm no poder há mais de 20 anos: o chadiano Idriss Deby Itno (28 anos), Emomali Rakhmon, do Tajiquistão (27 anos), Isaias Afwerki, da Eritreia (26 anos), o bielorusso Alexander Lukashenko (25 anos), Ismail Omar Guelleh, do Djibouti (20 anos).

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG