Clinton devia ter-se demitido depois do caso Lewinsky? "Claro que não", diz Hillary

Hillary Clinton

Hillary Clinton

  |  DR

Foi durante uma passagem pelo bloco noticioso matinal do passado domingo que a CBS News aproveitou para confrontar Hillary Clinton sobre o já lendário caso de infidelidade protagonizado pelo marido na famosa Sala Oval. Questionada se o então presidente Bill deveria ter apresentado a sua demissão no rescaldo do caso Monica Lewinsky, a antiga primeira-dama foi perentória na sua defesa: "claro que não".

O canal foi ainda mais além, perguntando a Hillary se considerava que a situação consistira um abuso de poder por parte de Bill Clinton, que à época tinha 49 anos, enquanto Monica tinha 22. "Não, não", continuou a sua mulher, reportando-se ao escândalo que marcou a década de 90 e que em 1998 acabaria por terminar com a absolvição de Bill Clinton de todas as acusações.

Leia mais em Delas.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG