Bolsonaro gera crise ao convocar manifestação a seu favor e contra o Congresso

Jair Bolsonaro partilhou a convocatória em grupos de Whatsapp

Jair Bolsonaro partilhou a convocatória em grupos de Whatsapp

  |  Joédson Alves/EPA

Fernando Henrique Cardoso, Lula da Silva, um juiz do supremo e até um general ex-ministro do atual governo demonstraram preocupação. Na chamada à população são usadas imagens das forças armadas.

Jair Bolsonaro partilhou uma convocatória para uma manifestação no dia 15 de março contra o Congresso Nacional e a favor do próprio Jair Bolsonaro. A situação tem gerado reações fortes, por fazer antever uma crise institucional entre os poderes executivo e legislativo e pelos termos em que é feita.

Em vídeo, com imagens da facada sofrida pelo presidente da República, fotografias de membros do exército e o hino nacional do Brasil como música de fundo, o texto diz o seguinte: "Ele foi chamado a lutar por nós. Ele comprou a briga por nós. Ele desafiou os poderosos por nós. Ele quase morreu por nós. Ele está enfrentando a esquerda corrupta e sanguinária por nós. Ele sofre mentiras e calúnias por fazer o melhor para nós. Ele é a nossa única esperança de dias cada vez melhores. Ele precisa do nosso apoio nas ruas. Dia 15 de março vamos mostrar a força da família brasileira. Vamos mostrar que apoiamos Bolsonaro e rejeitamos os inimigos do Brasil. Somos sim capazes e temos um presidente trabalhador, incansável, cristão, patriota, capaz, justo, incorruptível. Dia 15 de março todos nas ruas apoiando Bolsonaro".

Leia mais em TSF

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG