Bolsonaro critica formandos que protestaram contra fascismo e racismo

Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro

  |  REUTERS

Presidente postou vídeo no Twitter em que jovens mostram cartaz contra racistas, machistas e homofóbicos.

O presidente Jair Bolsonaro criticou, na manhã desta quarta-feira, 6, formandos que protestaram contra fascismo e racismo em sua conta no Twitter;

Em postagem na rede social, o presidente escreveu: "A doutrinação ideológica nas instituições de ensino forma militantes políticos e não cidadãos com bom senso e preparados para o mercado de trabalho. É preciso quebrar essa espinha para o futuro saudável do Brasil. Tire suas conclusões", escreveu Bolsonaro na descrição do vídeo, incentivando os internautas e darem opiniões.

No vídeo, uma mulher de vestido e um homem de terno aparecem dançando na festa de formatura, com um cartaz nas mãos. "Racistas, machistas e homofóbicos não passarão", dizia a mensagem. Ao final da gravação ainda há uma crítica ao socialismo na qual o autor sugere que muitos adeptos e esse movimento não estudaram história.

Nesta semana, Jair Bolsonaro iniciou a ingestão de líquido por via oral. O presidente está em recuperação, há 12 dias, no hospital Albert Einstein, em São Paulo, após realizar procedimento cirúrgico para a reconstrução do trânsito intestinal.

"A doutrinação ideológica nas instituições de ensino forma militantes políticos e não cidadãos com bom senso e preparados para o mercado de trabalho. É preciso quebrar essa espinha para o futuro saudável do Brasil. Tire suas conclusões:", escreveu Jair Bolsonaro no Twitter.

Leia mais na BAND

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG