Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

Acompanhe o Presidente de Angola, João Lourenço, na visita de Estado, que realiza a Portugal até dia 24 de novembro.

16h00

Terminou a visita oficial de três dias de João Lourenço a Portugal. O Presidente de Angola e comitiva partem amanhã, pelas 9h00 (hora de Lisboa), devendo aterrar no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, pelas 17h20 (hora de Luanda).

13h30

Os presidentes de Angola e Portugal almoçam juntos para assinalar o final da visita de três dias de João Lourenço a Portugal.

Lisboa, 14/11/2018 - Almoço do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o Presidente da

Lisboa, 14/11/2018 - Almoço do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o Presidente da República de Angola, João Lourenço. (Carlos Costa/Global Imagens)

12h44

Final da conferência de imprensa.

Lisboa, 14/11/2018 - Decorreu esta manhã no Hotel Ritz em Lisboa, uma entrevista colectiva aos Orgãos

Lisboa, 14/11/2018 - Decorreu esta manhã no Hotel Ritz em Lisboa, uma entrevista colectiva aos Orgãos de Comunicação Social Portugueses do Presidente da República de Angola, João Lourenço. (Carlos Costa/Global Imagens)

12h12

O Presidente de Angola dá início à conferência de imprensa reservada a jornalistas portugueses.

10h00

João Lourenço está durante a manhã na Base Naval de Lisboa e no arsenal do Alfeite, em Almada, zona sul de Lisboa, onde efetua uma visita à base operacional da Marinha portuguesa, acompanhado pelo ministro da Defesa de Portugal, João Gomes Cravinho.

epa07186058 Angola's President Joao Lourenco (2-R) flanked by Portuguese Defense Minister Joao Gomes

epa07186058 Angola's President Joao Lourenco (2-R) flanked by Portuguese Defense Minister Joao Gomes Cravinho (L) and vice-Chief of State of Navy Jorge Novo Palma (R) during a visit at Lisbon Navy Base, in Almada, near Lisbon, Portugal, 24 November 2018. Joao Lourenco is on a three-day official visit to Portugal. EPA/ANTONIO COTRIM

Dia 24 - terceiro dia da visita

As visitas à Base de Naval de Lisboa e ao Arsenal do Alfeite (entre as 09h25 e as 11h15) marcam o início do terceiro dia da visita de João Lourenço a Portugal. Ao final da manhã o Presidente de Angola tem agendada uma entrevista coletiva com órgãos de comunicação social portuguesa. Plataforma/Diário de Notícias estarão presentes. A conferência de imprensa pode ser seguida aqui em direto. A agenda oficial do dia termina com um almoço no Palácio de Belém com Marcelo Rebelo de Sousa.

20.30

O Presidente angolano, João Lourenço, esteve reunido com o Rui Rui, do PSD, e ainda com uma comitiva do Bloco de Esquerda, da qual fez parte a líder bloquista, Catarina Martins.

18h15

Alteração no programa oficial. João Lourenço e a primeira-dama de Angola, Ana Dias Lourenço, estão neste momento com o embaixador de Angola em Portugal, Carlos Alberto Fonseca. Um encontro que estava marcado para 17h30, depois do convívio com a comunidade angolana. Este encontro só terá lugar mais tarde.

18h00

O encontro com a comunidade angolana está atrasado. João Lourenço só agora chegou a Lisboa, vindo do Porto. Na unidade hoteleira esperam o Chefe de Estado de Angola umas duas dezenas de pessoas. Vivem em Portugal, segundo os últimos dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, cerca de 16.840 angolanos, a sétima comunidade estrangeira mais representativa no país (Brasil é a principal comunidade com um total de 85400 cidadãos)

16h30

João Lourenço é aguardado num hotel do centro de Lisboa onde irá manter um encontro com representantes da comunidade angolana residente em Portugal.

14h00

O Presidente de Angola encerrou o Fórum Económico Portugal - Angola, que decorreu esta manhã na Alfândega do Porto, João Lourenço pediu aos empresários para que ajudem a explorar "as imensas riquezas" existentes em Angola, país que oferece "vastas oportunidades de negócio". Exortou os empresários portugueses a investirem a médio e longo prazo no país, em áreas como a agricultura, as pescas, a indústria e o turismo.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

13h45

João Lourenço garantiu que as dívidas às empresas portuguesas "estão resolvidas, mas não totalmente liquidadas, mas uma vez certificadas Angola liquidará todas as dividas pendentes"

Sobre este assunto, António Costa realçou "na minha visita em setembro foi feito um ponto de situação sobre o processo de certificação. Quero agradecer a forma muito clara e franca como o ministro das Finanças de Angola expôs as questões e que foi determinante para resolução deste problema". "É um processo em curso, feito com grande esforço das autoridades angolanas", vincou Costa.

Respondendo a uma questão sobre o repatriamento de capitais para Angola, o primeiro-ministro de Portugal garantiu que "da parte de Portugal daremos toda a colaboração às autoridades angolanos no apoio ao combate à corrupção e à recuperação de capitais. Da parte de Angola também encontrámos a vontade de que todo este processo se desenvolva sem colocar em causa a estabilidade do sistema financeiro português.

13h35

Início da conferência de imprensa conjunta de João Lourenço e António Costa.

13h12

Início da assinatura dos protocolos para as áreas da cooperação no Salão Árabe do Palácio da Bolsa.

12h40

João Lourenço fez uma visita ao Palácio da Bolsa, acompanhado por António Costa, pelo ministro das Relações Exteriores de Angola, Domingos Augusto, e pelo Presidente da Associação Comercial do Porto, Nuno Botelho.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

12h30

Os 12 acordos de cooperação entre os governos de Angola e Portugal foram discutidos entre os membros dos dois governos.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

12h10

O Presidente de Angola e o primeiro-ministro de Portugal estão no Palácio da Bolsa para proceder à assinatura de diversos protocolos de cooperação entre os dois países. É bem visível o ambiente de descontração, e até de alguma cumplicidade, entre os dois governantes.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h42

João Lourenço toma a palavra para agradecer as chaves da cidade.

Nas palavras que dirigiu aos presentes realçou o bom acolhimento, as amáveis palavras e calorosa receção na cidade do Porto.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h40

No discurso de boas vindas o presidente da CM Porto elogiou "o caminho trilhado" por João Lourenço que honra o "passado e a história do homem novo".

Destacando as trocas comerciais e o ambiente de negócios entre os dois países.

Rui Moreira fez questão de realçar a ligação aérea direta entre o Porto e Luanda que indica não haver "dúvidas do nosso empenhamento para nos mantermos ligados".

11h31

Num ambiente muito descontraído, João Lourenço e António Costa, sorriem e trocam palavras enquanto aguardam as palavras de Rui Moreira.

11h26

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, recebem o presidente angolano e a primeira-dama, Ana Dias Lourenço, à entrada da Câmara Municipal do Porto, no topo da Avenida dos Aliados.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h20

No Palácio da Bolsa, no Porto, a sala já está muito composta para receber o presidente angolano e o primeiro-ministro português António Costa. Entre os presentes estão a ministra da Justiça de Portugal, Francisca Van Dunem e o ministro da Agricultura de Portugal, Capoulas Santos.

Aqui serão assinados vários protocolos entre os dois países, com especial destaque para os dedicados ao setor agrícola.

No final haverá uma conferência de imprensa conjunta de João Lourenço e António Costa

11h18

Na Câmara do Porto aguarda-se a chegada de João Lourenço que ainda cumpre o trajeto entre o aeroporto e o centro da cidade.

Dia 23 - Segundo dia da visita

O Presidente João Lourenço estará hoje na cidade do Porto, norte de Portugal, onde irá cumprir uma agenda onde a economia e os negócios assumem particular destaque.

João Lourenço irá participar, às 11 horas, no Fórum Económico e Empresarial Portugal/Angola, onde estarão presentes 600 empresários e homens de negócios dos dois países.

O programa a Norte passa também por uma receção na Câmara Municipal do Porto, onde o PR angolano vai receber das mãos do presidente Rui Moreira as chaves da cidade.

20h35

Após os cumprimentos aos chefes de Estado e primeira-dama de Angola, na Sala do Trono, por parte dos convidados. Deu-se início ao banquete oficial, onde os dois presidentes brindaram e proferiram um pequeno discurso.

19h35

No Palácio da Ajuda aguarda-se a chegada da comitiva angolana para o banquete oficial, oferecido pelo Presidente de Portugal, na Sala dos Jantares Grandes, agendado para as 20h35.

18h20

O PR de Angola encontrou-se com os cinco técnicos angolanos que estão em formação na instituição portuguesa.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

18h00

As comitivas dos dois países encontram-se reunidas à porta fechada.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

17h38

João Lourenço chega ao Instituto para iniciar a sua visita.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

17h23

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, também já se encontra em Oeiras.

17h15

João Lourenço e a delegação angolana são aguardados no Instituto Nacional de Investigação Agrícola e Veterinária.

A aguardá-los estão o ministro da Agricultura de Portugal, Capoulas Santos, e o seu homólogo angolano, Marcos Nhunga, o ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Santos Silva, e a secretária de estado da Cooperação, Teresa Ribeiro, entre outros.

16h47

O PR angolano recebe os cumprimentos de individualidades da cidade de Lisboa

16h37

No Salão Nobre da Câmara de Lisboa entoa-se "Muxima" pela voz do cantor angolano Paulo Flores.

16h34

O Presidente de Angola vinca que "é uma honra participar neste acto da bela cidade de Lisboa que tem grande significado para mim" e salienta a forma como os portugueses "acarinham os angolanos".

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

16h33

João Lourenço recebe a chave da cidade de Lisboa com a mensagem de "seja bem-vindo à cidade de Lisboa, também a sua casa"

16h30

Fernando Medina oficializa o convite ao Governador de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, para visitar Lisboa no próximo ano.

16h23

O presidente da Câmara de Lisboa inicia o discurso de boas-vindas.

16h20

Um grupo de crianças de uma escola de Lisboa ofereceram ao PR angolano um trabalho de artes plásticas.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

16h10

Fernando Medina recebe o PR angolano à entrada dos Paços do Concelho.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

16h05

O presidente de Angola dirige-se para a Câmara Municipal de Lisboa onde será recebido pelo edil, Fernando Medina que entregará a João Lourenço a chave da cidade.

16h03

À saída da Assembleia da República, João Lourenço é aplaudido por vários populares que, entretanto, que se juntaram no local.

16h00

Termina a sessão solene na Assembleia da República.

15h45

Ferro Rodrigues dá por terminada a cerimónia que ficou marcada pelo facto de os deputados do Bloco de Esquerda a serem os únicos a permanecerem sentados durante o aplauso geral das bancadas e das galerias.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

15h30

João Lourenço toma a palavra

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

"O executivo que presido elegeu dias frentes de batalha que vencidas garantirão o êxito e o progresso e bem estar, num quadro de respeito consagrados na lei: a necessidade de realização da nossa sociedade em geral, mas sobretudo A necessidade à corrupção, mas também de toda a sociedade na luta a este cancro que corrói a sociedade.

"Devo garantir que estamos a construir uma nova Angola, com um ambiente de negócios, mais amigo do investimento, tornando o nosso país mais seguro para o turismo e investimento privado".

" A diversificação da economia é determinante para a nossa sociedade"

"Graças a um conjunto de medidas prevê-se o crescimento do setor não petrolífero"

"Portugal é um parceiro importante, mas como em qualquer outra relação tem de ser reiterada por gestos e atitudes"

"Angola está aberta a homens de negócios portugueses na nossa economia"

"Partirei que esta visita em muito vai contribuir para termos um futuro promissor"

15h20

Ferro Rodrigues, ladeado por João Lourenço e Marcelo Rebelo de Sousa, dá início ao discurso de receção ao Presidente de Angola.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

"Reconhecemos as nossas diferenças, mas prevalece o calor humano, cooperar lado a lado de estarmos amigos".

"Saúdo-o pela coragem e determinação em afirmar em Angola um Estado de Democrático de Direito".

15h10

João Lourenço assina o livro de honra da Assembleia da República.

15h07

Acompanhado por Ferro Rodrigues, João Lourenço com a comitiva angolana percorrem os Passos Perdidos e dá-se início à sessão de cumprimentos.

15h05

Marcelo Rebelo de Sousa aguarda no Salão Nobre, da AR, pela chegada de João Lourenço.

15h00

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, recebe João Lourenço e assistem às honras militares e aos hinos nacionais.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

14h55

Nas imediações da Assembleia da República apenas se encontra a comissão de receção e o corpo da GNR que prestará as honras ao PR de Angola. É notória a ausência de populares na chegada da delegação angolana.

14h50

Individualidades portuguesas dão início aos preparativos da sessão de cumprimentos de boas-vindas ao presidente angolano.

14h40

João Lourenço chega à Assembleia da República, em São Bento

A delegação presidencial encontra-se agora num momento privado da visita. Às 15 horas, a agenda indica a chegada do Presidente de Angola à Assembleia da República, onde irá realizar uma intervenção perante o plenário português.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

13h20

João Lourenço, na resposta a uma pergunta de um jornalista português, destacou que a expressão "irritante nunca existiu durante a minha vigência" nas relações entre Angola e Portugal".

Esclareceu que existia "da parte de Portugal o incumprimento de um acordo e Angola recordou a um país amigo que era necessário respeitá-lo".

"O futuro pode ser risonho e só depende da nossa vontade", vincou.

"Os nossos dois povos sempre se quiseram. Os povos não mudam, a classe política é que muda".

Durante o período de perguntas, João Lourenço foi instado a reagir às palavras proferidas ontem por José Eduardo dos Santos. O presidente de Angola respondeu apenas que "reservo-me ao direito de não comentar questões políticas internas".

"Quando nos propusemos a combater a corrupção em Angola, tínhamos noção de que precisávamos de ter muita coragem, sabíamos que estávamos a mexer no ninho do marimbondo, que é a designação, numa das nossas línguas nacionais, do terminal da vespa", disse João Lourenço.

13h15

No momento de perguntas e respostas, Marcelo Rebelo assumiu a responsabilidade pelos erros históricos que foram cometidos ao longo do curso da História. "Reconhecemos o injusto, o errado da nossa história e assumimos a nossa responsabilidade por isso", disse.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

13h00

Nas suas palavras, João Lourenço indicou que está em Portugal para "falarmos do presente e do futuro dos nossos dois povos".

"Viemos corrigir algo: Deixámos passar um período demasiado longo sem nos visitarmos", anotou, para vincar que "os amigos querem-se juntos e devem visitar-se".

Lourenço destacou que "alguma coisa terá falhado na busca de cimentar esta amizade entre os dois povos".

O presidente de Angola lembrou a recente visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, a Luanda que, precisou "apesar de curta, foi muito oportuna, frutuosa e que teve resultados palpáveis de cooperação".

João Lourenço destacou o caráter económico da sua visita a Portugal, assinalando que serão assinados 12 instrumentos de cooperação, salientando a importâncias dos empresários dos dois países no investimento quer em Portugal quer em Angola.

No seu discurso, confirmou que as entidades protocolares estão já a trabalhar na visita de Marcelo Rebelo de Sousa a Angola no próximo ano, e destacou a sua surpresa pelo facto do presidente português o ter agraciado com a colar da ordem do infante D. Henrique.

12h45

Marcelo Rebelo de Sousa destacou "o desejo de mudança" do governo liderado por João Lourenço nas políticas angolanas, vincando o seu empenho em se tornar "uma potência regional".

O presidente português lamentou que as relações entre os dois países tenham sofrido "incompreensões, suspeições", mas que agora os "dois países estão no bom caminho" pois estão "destinados a agir com profunda cumplicidade".

"Menos ideologia, preconceitos e lastros do passado para sonharmos com um novo ciclo", pediu o presidente português.

"Este é novo ciclo que representa a dimensão dos nossos povos e os nossos povos querem que estejamos juntos", garantiu Marcelo.

O presidente português, bem ao seu jeito, fez questão de salientar o bom auspício que envolve esta visita: "A chuva passou no exacto momento da chegada de Vossa Excelência".

"Esta é uma visita para nos unirmos, uns e outros, não iremos desperdiçar esta oportunidade única".

12h35

Os dois chefes de Estados falam à imprensa na Sala das Bicas, no Palácio de Belém.

12h00

Os dois chefes de Estado estão reunidos numa audiência privada. De seguida, vão prestar as primeiras declarações públicas desta visita oficial do Presidente de Angola a Portugal

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h59

João Lourenço assina o livro de honra do Palácio de Belém, enquanto Marcelo Rebelo de Sousa conversa com a primeira-dama angolana.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h55

Marcelo Rebelo de Sousa aguarda pela chegada de João Lourenço.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h40

A delegação angolana encontra-se no Palácio de Belém para a apresentação de cumprimentos ao Presidente de Portugal.

11h25

No interior do Mosteiro dos Jerónimos, João Lourenço depositou uma coroa de flores no túmulo de Luís de Camões, onde se fez um minuto de silêncio.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h22

Em registo descontraído, os dois chefes de Estado dirigem-se para o Mosteiro dos Jerónimos.

11h20

Os três ramos das forças armadas desfilam junto à tribuna presidencial, onde estão, entre outros, os ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal e Angola, Augusto Santos Silva e Manuel Augusto, respetivamente.

11h12

Marcelo Rebelo de Sousa e João Lourenço passam revista às tropas na Praça do Império.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

11h09

João Lourenço chegou acompanhado da mulher, Ana Dias Lourenço e foram recebidos por Marcelo Rebelo de Sousa. Por coincidência, a chuva parou nesse instante.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

Os dois chefes de Estado dão início à cerimónia protocolar com a banda do exército a tocar os hinos de Angola e Portugal.

11h00

A comitiva angolana está a chegar à Praça do Império, onde já se encontra o Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa.

Todos os que se encontram no local foram surpreendidos com uma chuva intensa - que não estava prevista.

10h35 - Praça do Império, Belém

A pouco menos de meia hora do arranque oficial da visita as guardas de honra das várias forças militares portugueses aprontam-se para receber o Presidente de Angola.

Estes movimentos estão a chamar a atenção das dezenas de turistas, maioritariamente chineses, que ali se encontram, ficando muitos deles a observar e a fotografar as movimentações.

Os últimos toques nos preparativos: o tapete vermelho é aspirado meticulosamente

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

O contingente de segurança é elevado e as medidas de segurança estão reforçadas, com vários 'snipers' colocados nos telhados dos edifícios do perímetro.

Marcelo vai a Angola entre os dias 6 e 8 de Março de 2019

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Exclusivos