Voo direto até Pequim "é oportunidade" de mostrar potencial turístico português

Na inauguração do voo direto Lisboa-Pequim, assegurado pela Capital Airlines, Turismo de Portugal destaca a oportunidade para atrair turistas chineses.

À margem do evento de inauguração do voo da Beijing Capital Airlines, Filipe Silva, administrador do Turismo de Portugal, destaca a retoma da ligação entre os dois países como uma oportunidade para os números do turismo em Portugal. Filipe Silva reconhece que o perfil do turista chinês tem vindo a sofrer alterações ao longo dos anos - e esse é um campo com potencial para exploração. Se inicialmente o turista chinês preferia viajar em grupo, há perfis cada vez mais diversificados. "Acreditamos que ainda há muitos grupos que vêm para Portugal, mas também há a surpresa do turista independente, que já viaja fora de grupos, para conseguir visitar Portugal de forma mais aprofundada e conhecer melhor o destino", diz Filipe Silva.

O voo direto vai ligar Lisboa a Pequim, com paragem em Xi"an, naquilo que já é descrito como "a nova rota da seda". Esta nova rota retoma a ligação direta entre os dois países, depois de a companhia aérea Capital Airlines ter terminado em dezembro de 2018 os voos diretos. O administrador do Turismo de Portugal destaca que, em comparação, este novo voo permitirá aumentar a percentagem de turistas chineses, com mais lugares disponíveis em cada ligação. "Trata-se de um voo com três frequências semanais e o avião que é utilizado pela Beijing Capital Airlines tem mais 50% de capacidade que o avião anterior, com capacidade para cerca de 300 pessoas".

Leia mais em Dinheiro Vivo

Relacionadas

Exclusivos