Número dois quer relações em "novo patamar"

Ding Tian

Ding Tian

  |  Gonçalo Lobo Pinheiro

O secretário-geral adjunto do Fórum Macau, Ding Tian, destacou hoje o crescente investimento da China nos países de língua portuguesa e vice-versa, mas defendeu que as relações sino-lusófonas podem ir mais longe.

"Desejo que a China e os países de língua portuguesa possam continuar a aprofundar a cooperação em diversas áreas, aproveitando as vantagens de Macau como plataforma e que os participantes do colóquio possam desempenhar um papel activo (...) e, em conjunto, com o Fórum Macau, promovam a cooperação entre a China e os países de língua portuguesa para um novo patamar, contribuindo para o bem-estar dos povos dos países participantes do Fórum Macau".

Ding Tian falava na cerimónia de encerramento de um colóquio sobre o investimento, destinado aos países de língua portuguesa, o quarto promovido pelo Centro de Formação do Fórum Macau desde o início do ano. A formação, ao longo de duas semanas, contou com 30 participantes.

Leia mais em TDM - Rádio Macau.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG