Huawei admite quebra de receitas superior a 26 mil milhões de euros

O Presidente norte-americano emitiu uma ordem executiva que exige às empresas do país que obtenham licença para vender tecnologia crítica à Huawei.

O fundador da Huawei admitiu hoje uma quebra de receitas em 30.000 milhões de dólares (26.760 milhões de euros), face à pressão de Washington, que acusa o grupo de telecomunicações de estar exposto à espionagem chinesa.

Leia mais em Dinheiro Vivo

Relacionadas

Exclusivos