Comércio com exterior da China aumenta 4,3% nos primeiros quatro meses

FILE PHOTO: Shipping containers are seen at a port in Shanghai, China July 10, 2018. REUTERS/Aly Song/File

FILE PHOTO: Shipping containers are seen at a port in Shanghai, China July 10, 2018. REUTERS/Aly Song/File Photo

  |  REUTERS

Volume de negócios de exportações e importações cifrou-se nos 9,51 biliões de yuans (1,41 biliões de dólares), indicam os registos alfandegários agora divulgados.

As exportações aumentaram 5,7%, para 5,06 biliões de yuans, e as importações, 2,9%, para 4,45 biliões de yuans, informou a Administração Geral das Alfândegas (AGA). O superavit comercial saltou 31,8%, para 618,17 mil milhões de yuans.

Em abril, o comércio subiu 6,5%, atingindo 2,51 biliões de yuans. As exportações aumentaram 3,1% no mês passado, enquanto as importações cresceram 10,3%, mostraram os dados da AGA.

De janeiro a abril, o comércio geral cresceu a um ritmo mais rápido que o de processamento, que teve uma participação crescente no volume total do comércio chinês.

As exportações de produtos mecânicos e elétricos, além dos produtos de mão de obra intensiva, como têxteis e móveis, mantiveram um ritmo de crescimento nos primeiros quatro meses deste ano.

A União Europeia foi o maior parceiro comercial da China durante este período, seguida pela ASEAN (Sudeste Asiático), Estados Unidos e Japão.

O comércio com os países da Inciativa Uma Faixa, Uma Rota atingiu 2,73 biliões de yuans, um aumento de 9,1% ante o mesmo período do ano passado, mais que o dobro do ritmo geral.

As empresas privadas chinesas registraram até abril crescimento, expandindo-se 11% em termos anuais, a 3,9 biliões de yuans.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG