Banco Nacional Ultramarino bem preparado para apoiar empresas dos países de língua portuguesa

Edíficio sede do BNU em Macau

Edíficio sede do BNU em Macau

O Banco Nacional Ultramarino (BNU) está bem preparado para participar no projecto da Área da Grande Baía como parceiro de negócios das empresas dos países de língua portuguesa e da China, disse o administrador executivo da primeira instituição bancária a surgir em Macau.

Carlos Cid Álvares, em entrevista ao boletim do Fórum de Macau, disse ainda que o banco que dirige presentemente "é uma instituição financeira sólida, estável e com elevado capital de experiência e conhecimento nos mercados chinês e dos países de língua portuguesa", tendo recordado, por exemplo, a abertura de uma agência em Hengqin, em 2017, "para estar mais próximo dos seus clientes."

O administrador executivo do BNU salientou que o projecto da Área da Grande Baía apresenta oportunidades evidentes para Portugal e restantes países de língua portuguesa, dado ser uma região com um enorme dinamismo, além de uma das mais ricas da China e com uma tradição secular de abertura ao exterior.

Leia mais em MacauHub.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG