Portugal com 4.ª maior subida homóloga da UE nos preços da habitação no 1.º trimestre

Apartamento T1 na Avenida da Liberdade, 180 C, que vale 640 mil euros.

Apartamento T1 na Avenida da Liberdade, 180 C, que vale 640 mil euros.

O país teve, nos primeiros três meses do ano, a quarta subida homóloga do índice dos preços da habitação na União Europeia, segundo dados do Eurostat

De acordo com o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), entre janeiro e março, o índice de preços da habitação subiu 4,5% na zona euro e 4,7% nos 28 Estados-membros, face ao mesmo período de 2017.

As maiores subidas homólogas dos preços da habitação registaram-se na Letónia (13,7%), na Eslovénia (13,4%), na Irlanda (12,3%) e em Portugal (12,2%), tendo sido assinalados recuos na Suécia, Itália (-0,4% cada) e na Finlândia (-0,1%).

Face ao quarto trimestre de 2017, o indicador aumentou 0,6% na zona euro e 0,7% na UE.

Na variação trimestral, as maiores subidas observaram-se na Letónia (7,5%), Hungria e Eslovénia (4,4% cada) e em Portugal (3,7%), enquanto os principais recuos foram registados em Malta (-4,7%), Chipre (-1,8%) e na Suécia (-0,8%).

Relacionadas

Exclusivos