"Cidades são o palco onde a batalha da emergência climática se vai travar"

"Cidades são o palco onde a batalha da emergência climática se vai travar"

Carlos Manuel Martins/Global Imagens

Na mensagem enviada à audiência do Portugal Mobi Summit, o secretário-geral das Nações Unidas alertou para a urgência de colocar o setor dos transportes e a mobilidade no centro da transformação.

As cidades são os palcos onde a batalha climática se vai travar. O aviso é do secretário-geral das Nações Unidas e a mensagem atravessou o atlântico, aterrando diretamente no palco Hovione, na Nova SBE, em Carcavelos. Filomena Cautela, a anfitriã desta cimeira internacional, foi a porta-voz de António Guterres, levando as suas palavras até à audiência do Portugal Mobi Summit. Batalha será o que melhor resume os tempos que atravessamos e estas serão "largamente ganhas" ou "tragicamente perdidas".

Sendo as grandes áreas urbanas a casa para mais de metade da população mundial, elas também representam o coração de todo o esforço das Nações Unidas, diz o secretário-geral, explicando que essa é a principal estratégia para enfrentar a emergência climática e atingir metas globais de desenvolvimento sustentável. Os transportes urbanos e a mobilidade vão ser centrais para esta missão. Em muitas cidades - adverte António Guterres - este setor é um dos "maiores contribuidores" para os gases com efeito de estufa. Os dados mais recentes, contudo, mostram que as soluções de mobilidade sustentável podem reduzir esses mesmos gases nos centros urbanos em cerca de um quarto em 2050: "O transporte público sustentável responde não somente aos desafios da crise climática, mas pode igualmente ajudar a melhorar a economia, oferecendo ainda novas oportunidades para as sociedades."

É vital, portanto, que o transporte público seja acessível, seguro e a um preço económico, defende o responsável máximo da ONU. "As Nações Unidas estão fortemente empenhadas em apoiar as cidades, as regiões e os países no seu caminho para atingir o desenvolvimento urbano sustentável", afirma Guterres, sublinhando o trabalho desenvolvido diariamente pelas "agências especializadas" para acelerar o "diálogo entre as cidades e os setores da tecnologia e da indústria".

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG