Estatuto Editorial

1. Plataforma é um órgão de comunicação social generalista onde se destaca a atualidade dos países e das regiões onde se fala a língua portuguesa.
2. Plataforma concretiza parcerias estabelecidas entre órgãos de comunicação social em português espalhados pelo mundo, dando visibilidade ao jornalismo produzido por todas as partes envolvidas.
3. Plataforma é um jornal eletrónico, também com conteúdos próprios, que procura assegurar e promover jornalismo de qualidade, livre, independente, rigoroso, isento e plural.
4. Plataforma é um sítio com vocação global, que procura refletir a diversidade de visões e sensibilidades das populações falantes do português.
5. Plataforma respeita e valoriza a diversidade cultural, social e política dos diferentes espaços geográficos abrangidos pela sua cobertura jornalística.
6. Plataforma respeita e aceita as diferentes grafias da língua portuguesa que coexistem nos conteúdos jornalísticos publicados.
7. Plataforma é, também, multilingue: sendo, primordialmente, em língua portuguesa, incorpora igualmente conteúdos em inglês, chinês e noutras línguas, para servir todos os que, não dominando o português, pretendem conhecer e comunicar com comunidades onde essa língua é predominante.
8. Plataforma é mais do que um órgão de comunicação social: pretende também, em momentos distintos e devidamente identificados, ser um espaço de comunicação direta, uma rede de contactos, um instrumento de leitura e interpretação de dados estatísticos, um local de prestação de serviços e um ponto de divulgação de produtos relevantes para todos os que falam português ou pretendem estabelecer laços com populações da língua portuguesa.