Seguradora de Kim Kardashian processa seu ex-guarda-costas por roubo em Paris

Kim Kardashian em maio de 2018

Kim Kardashian em maio de 2018

Dois anos após o roubo espetacular a Kim Kardashian em Paris, sua companhia de seguros processou seu ex-guarda-costas e pediu 6,1 milhões de dólares por não ter cumprido sua responsabilidade de proteger a estrela.

O processo foi apresentado na quarta-feira em um tribunal de Delaware pela companhia de seguros American International Group (AIG) contra o guarda-costas Pascal Duvier e a companhia de segurança Protectsecurity por descumprimento de contrato, segundo o registro judicial.

De acordo com a ação, obtida pelo site especializado em notícias de celebridades TMZ, a companhia de seguros afirma que Pascal Duvier descumpriu suas responsabilidades, deixando a esposa do rapper Kanye West sozinha em sua luxuosa residência hoteleira no bairro de Madeleine.

Leia mais em ISTOÉ

Relacionadas

Exclusivos