Vinho do Porto. O melhor vinho do mundo

Vinho do Porto. O melhor vinho do mundo

A excelência do vinho do Porto sente-se e pressente-se pelo mundo fora e é impossível definir-lhe fronteiras ou limites. Desde o sentido de descoberta dos diferentes estilos até ao fascínio da prova de uma nova declaração vintageou de colheitas com mais de duzentos anos, tudo está a favor do vinho que encantou o barão de Forrester e D. Antónia Adelaide Ferreira. Chegou a nossa hora de dar a vida por essa grande bebida. Um ensaio de Fernando Melo.

O vinho do Porto é o melhor vinho do mundo. Afirmação complexa que precisa de sustentação e que pela sumptuosidade leva quase todos a desconfiar da sua veracidade. Aqui tem no entanto a prova de que é inteiramente verdade. Alinhe 40 vinhos de uma mesma colheita e de uma mesma região, e prove-os às cegas. St-Emilion (França), Barolo (Itália), Ribera del Duero (Espanha) e Sonoma County (EUA), por exemplo. Em cada prova que fizer, vai achar excelentes três ou quatro amostras, 15 muito boas e em quase todas as restantes não vai ver grande virtude. Acredite que isto acontece mesmo nos supervinhos do mundo, quando se compara às cegas. Há muitos vinhos de Bordéus que estão longe de agradar a todos, e, para muitos, são mesmo de rejeitar.

Agora alinhe 40 amostras de um ano recente de Porto Vintage -os 2017 estão ao rubro, por exemplo - e repita o procedimento de prova às cegas. Vinte serão excecionais, 12 muito bons e os restantes apenas bons. Mas não vai encontrar nem um vinho mau nesses 40. Este tipo de prova só mesmo o vinho do Porto consegue proporcionar, e por isso se distingue de todas as denominações de origem vínicas do mundo inteiro.

Leia mais em Diário de Notícias.

Relacionadas

Exclusivos