Doria rebate Bolsonaro e diz: 'Não vamos perder a F-1'

Doria se reuniu nesta terça com Chase Carey, executivo da F-1

Doria se reuniu nesta terça com Chase Carey, executivo da F-1

  |  Guilherme Rodrigues/Myphoto Press/Estadão Conteúdo

Presidente disse na segunda-feira que o RJ tem 99% de chance de receber o evento a partir de 2021.

Um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro afirmar que há 99% de chance de o GP do Brasil de Fórmula 1 ir para o Rio de Janeiro a partir de 2021, o governador de São Paulo, João Doria, disse nesta terça-feira que confia na permanência da corrida na capital paulista após 2020. A cidade tem contrato com a principal categoria de automobilismo do mundo somente até o próximo ano.

"Sou um eterno otimista: não vamos perder a Fórmula 1. Sem nenhuma arrogância. Estou apenas pensando na experiência de São Paulo, dos seus promotores. Temos um autódromo bem-sucedido, seguro, preparado. E uma visão inovadora dos novos proprietários da F-1", afirmou Doria, em entrevista coletiva concedida ao lado do diretor executivo da F-1, Chase Carey, do prefeito Bruno Covas e do promotor do GP brasileiro, Tamas Rohonyi.

Leia mais em Band.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG