Nani aplaudido de pé em Cabo Verde num "dia espectacular"

Nani aplaudido de pé em Cabo Verde num "dia espectacular"

O futebolista internacional português Nani realizou hoje o primeiro de dois jogos em Cabo Verde, no âmbito de um projeto social 360

"Este evento foi fantástico, estou muito feliz por fazer parte de um dia espetacular perante todos os cabo-verdianos aqui da Praia, foram espetaculares, mostraram enorme carinho", disse o luso-cabo-verdiano Nani aos jornalistas, no final do jogo realizado no Estádio da Várzea, na cidade da Praia.

A equipa dos Amigos do Nani, um misto de jogadores jovens locais e em que o luso-cabo-verdiano dos norte-americanos dos Orlando City foi capitão, jogou frente ao Sporting da Praia, e o resultado final foi um empate 2-2.

Nani salientou ainda o facto de jogar com muitos "miúdos", proporcionando-lhes um "dia diferente" e dar-lhes alguns conselhos de quem "já está formado, que já tem muito na sua bagagem, já percorreu muito pelo mundo fora".

"Foi uma tarde fantástica, com muitos golos, muita diversão, estou muito feliz por estar aqui", prosseguiu o antigo jogador do Sporting de Portugal, equipa que ofereceu as camisolas do misto da Praia, que tinham nas costas todos o nome do Nani.

A poucos segundos do final da partida, o internacional português foi substituído e foi aplaudido de pé pelos adeptos no Estádio da Várzea, entre eles muitas crianças, que acompanham o futebol internacional pela televisão.

Nani disse que o calor humano que tem recebido em Cabo Verde "não tem explicação" e, em crioulo, afirmou que se sente bem e em casa quando está na terra dos seus pais.

"Por isso, temos de continuar a tentar ajudar o país a desenvolver e o desporto é o caminho certo", notou, sublinhando igualmente a amizade, a festa e o "momento único" que se viveu no Estádio da Várzea, palco onde já nasceram muitos bons jogadores cabo-verdianos.

Para o extremo, o futebol cabo-verdiano ainda tem "muito para evoluir", mas disse que quer fazer "algo diferente" para ajudar a desenvolver a modalidade no país.

"Tudo começa pela mentalidade e temos de começar por algum lado, e este evento é a melhor coisa que podemos fazer, criar amizades, mostrar que o desporto é alegria, é festa e que depois disso começamos a desenvolver as nossas capacidades técnicas, mentais", enfatizou Nani, que já tinha dito que um dos projetos que tem para o país é a abertura de uma escola de futebol.

Depois da cidade da Praia, Nani vai realizar jogo semelhante na ilha de São Vicente, contra o Mindelense, e disse esperar que o ambiente seja igual.

O antigo jogador de Sporting, Manchester United, Valência, Fenerbahçe e Lazio pretende expandir a Cabo Verde o projeto social 360, em que ajuda crianças na Amadora, bairro onde cresceu.

Além dos dois jogos solidários, o jogador vai aproveitar parte das suas férias futebolísticas para visitar escolas de futebol e centros sociais nas duas principais cidades de Cabo Verde, a quem vai distribuir equipamentos desportivos.

Relacionadas

Exclusivos