Manchester e Sporting cedem no negócio Bruno Fernandes

Bruno Fernandes aumentou para 2-0 de grande penalidade

Bruno Fernandes aumentou para 2-0 de grande penalidade

  |  Filipe Amorim / Global Imagens

Transferência do médio ainda está em cima da mesa

A transferência de Bruno Fernandes não está fechada, as partes estiveram muito longe, o negócio esteve mesmo a cair, mas nas últimas horas houve uma aproximação entre o Sporting e o Manchester United, apurou o Plataforma.

O Sporting sempre exigiu 70 milhões pela transferência do seu capitão e do jogador mais determinante da equipa. O mesmo pediu ao Tottenham em agosto do ano passado, quando a equipa inglesa tentou a contratação do médio de 25 anos. Contudo, os red devils nunca se aproximaram desses números, não tendo, até ao momento, passado dos 50 milhões, mais dez por objetivos.

O clube português admitia que os 70 que exigia fossem também com bónus, concretamente uma verba inicial de 60 e mais dez se Bruno Fernandes cumprisse alguns objetivos ao serviço do Manchester United, mas os red devils mostraram-se sempre intransigentes nas negociações, sobretudo porque estão conscientes das dificuldades financeiras por que o Sporting passa e tentaram levar este negócio até à exuastão dos dirigentes do Sporting.

Contudo, neste fim de semana, com nenhum dos clubes a ceder, o negócio esteve muito perto de cair por terra. Nas últimas horas, no entanto, as coisas mudaram, sobretudo devido à lesão de Rashford, do Manchester United. O avançado deverá ficar afastado dos relvados até final março, pelo que o clube inglês voltou a olhar para o negócio Bruno Fernandes como ainda mais fundamental.

As partes voltaram assim a falar e o Manchester United revelou disponibilidade para melhorar a oferta, desde que o Sporting também ceda, revelou fonte próxima do processo. Resumindo, o negócio, a ser viável desta vez, deverá fazer-se por números na ordem dos 55 milhões, mais alguns por objetivos, de acordo com informação recolhida.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG