Supermercados e redes de fast-food avançam no autoatendimento

Caixas automáticas no supermercado Master, na região central de São Paulo

Caixas automáticas no supermercado Master, na região central de São Paulo

  |  Folhapress

Sistema aumenta valor médio consumido por pessoa em lanchonetes, que aceleram implantação

Com a expansão das compras online, as lojas físicas buscam formas de se modernizar para não perder a clientela. É nesse contexto que o autoatendimento, velho conhecido dos bancos, começa a ser adotado no Brasil por supermercados, postos de combustível e restaurantes de fast-food. Um exemplo é o McDonald"s, que implementa o autoatendimento no Brasil desde o ano passado, dentro de uma estratégia de modernização com investimento de R$ 1,25 bilhão.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG