À procura de 'likes', menores expõem intimidade nas redes sociais

À procura de 'likes', menores expõem intimidade nas redes sociais

Numa sociedade altamente sexualizada, crianças e adolescentes partilham fotos de momentos íntimos para gerar mais interação nas redes sociais.

Mais de 110 menores foram identificados recentemente em Espanha pela partilha de conteúdos com teor sexual nas redes sociais. Em causa estão vídeos de momentos de intimidade publicados em plataformas como Instagram, Twitter ou YouTube. Segundo a Polícia espanhola, há casos em que as imagens de crianças nuas ou seminuas foram partilhadas pela família, mas existem outros em que foram os próprios menores a publicar as imagens. O objetivo, diz o comunicado das autoridades, era "conseguir novos seguidores para os seus canais do Youtube ou mais ´likes´ nas suas publicações".

Tito Morais, fundador do MiudosSegurosNa.Net, confessa que ficou "surpreendido" quando leu a notícia, mas, após alguma análise, considera que "faz sentido" tendo em conta a sociedade em que vivemos. "Vários estudos indicam que cada vez mais as redes sociais são um mecanismo de afirmação social perante os pares, sendo conhecidos vários efeitos negativos das mesmas ao nível da saúde mental", diz à DN Life.

Ler mais em DN

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG